Nossa Senhora da Assunção e São José


2- APRESENTAÇÃO *

Livro da Vida 1, 7-8

 

7. Recordo-me de que, quando minha mãe morreu, eu tinha doze anos, ou um pouco menos. Quando comecei a perceber o que havia perdido, ia aflita a uma imagem de Nossa Senhora e suplicava-lhe, com muitas lágrimas, que fosse ela a minha mãe. Parece-me que, embora o fizesse com simplicidade, isso me tem valido; porque reconhecidamente tenho encontrado essa Virgem soberana sempre que me encomendo a ela e, enfim, voltou a atrair-me a si. Incomoda-me agora ver e pensar no motivo por que não me mantive íntegra nos bons desejos com que comecei.

8. Ó Senhor meu! Como pareceis ter determinado que eu me salve, praza a Vossa Majestade que assim seja; e, concedendo-me tantas mercês como me tendes concedido, não teríeis podido fazer que, não para meu proveito mas por respeito a Vós, não se sujasse tanto a pousada onde com tanta freqüência haveríeis de morar? Aflige-me, Senhor, até dizer isso, pois sei que foi minha toda a culpa; porque não me parece que vos faltasse desvelo para levar-me, desde essa idade, a ser toda Vossa. Quanto a queixar-me de meus pais, tampouco posso, porque não via neles senão todo bem e cuidado pelo meu bem.

Porque, depois dessa idade, em que comecei a entender as graças de natureza que o Senhor me dera — que, segundo diziam, eram muitas — e, devendo começar a dar graças por elas, passei a me utilizar de todas para ofendê-Lo...


SANTA TERESA: UMA MULHER ENAMORADA DE DEUS
 PINTADA A PARTIR DE TRÊS PONTOS QUE DEMARCARAM COM GRANDE LIBERDADE E HARMONIA SUA VIDA:

DECISÃO POSIÇÃO E ATITUDE
 


Confiantes na misericórdia do Pai, seguimos a pintura da nossa vida... pincéis nas mãos na companhia do Frei Ivo!

 

São tantos os títulos que damos a Nossa Senhora! Porém, o maior e mais significativo de todos é o de que “Maria é Mãe.”

Como é lindo ver Santa Teresa, naquele sofrido momento da perda de sua mãe, chegar para Maria é dizer: A partir de agora, tu serás minha mãe!” E Teresa nos diz que, ao longo de toda a sua vida, ela sempre sentiu esta forte presença de Maria, como Mãe.

O Papa Francisco nos diz: “Maria é Mãe: uma Igreja sem Maria é um orfanato.”

São tantas as vezes nas quais precisamos chegar junto de Maria e, com a confiança de filhos e filhas, pedir que Ela nos ajude e cuide de nós como Mãe. São tantos os momentos nos quais sentimos que é Maria, que com sua ternura de Mãe, nos anima e encoraja no seguimento de Jesus.

Mesmo naqueles momentos em que falhamos e pecamos. Momentos em que somos infiéis ao amor de Deus, Maria é a Mãe que nos incentiva a olharmos para um Deus que sempre nos ama com infinita misericórdia. Na verdade, Deus nos ama com gratuidade. Deus nos ama, não porque nós merecemos seu amor. Deus nos ama, porque Ele é infinitamente misericordioso, isto é, nos ama com gratuidade plena e total.

Comentando a parábola do homem que mandou preparar uma festa e convidou muitas pessoas, mas nenhuma delas compareceu, apresentando diferentes desculpas, (Lc 14,15-24) o Papa Francisco nos diz: “Se o convite tivesse sido, por exemplo: “Venham que eu tenho dois ou três amigos negociantes que vem de outro país. Podemos fazer alguns negócios juntos,” com certeza ninguém teria se recusado. Porém, aquilo que os assustava era a gratuidade. Ser um como todos os outros. Mas não. É o egoísmo que quer estar no centro de tudo. É muito difícil ouvir a voz de Jesus, a voz de Deus, quando a gente está virado só para si mesmo. Não se tem o horizonte, porque o meu eu é o único horizonte. E por detrás disso, está outra coisa muito mais profunda: o medo da gratuidade. Temos medo da gratuidade de Deus. Esta gratuidade é tão grande que nos assusta.”

Olhando para Teresa de Jesus e vendo nela esta pessoa que assume Maria, como Mãe, procure do jeito dela, fazer um “q1uadro” no qual você sempre vai deixar-se amar por Deus.

Não pense muito naquilo que você pode fazer.

No “quadro da vida,” com a simplicidade de Teresa e do “Jeito de Maria” saiba ser “um simples pincel” e deixe Deus pintar “o quadro” do jeito que Ele sabe ser o melhor.

Frei Ivo Bortoluz OCD

 


                                                                    Vamos rezar com as Irmãs...
 

                                                                         


Ó Santa Teresa de Jesus, caminhai conosco,
para daí seguirmos contigo;
pois a exemplo dos discípulos de Emaús,
a quem os corações ardiam ao escutar Jesus,
nossos corações vão arder ao conversar conosco,
ao narrardes as misericórdias e favores que Deus realiza
em todos que a Ele procuram e a Ele se confiam. Amém