Nossa Senhora da Assunção e São José


O QUE ELES NOS ACONSELHAM... clique e confira

NOSSA MÃE E SENHORA DO CARMO, SANTOS E SANTAS DO CARMELO INTERCEDEI POR NÓS, POR TODA A HUMANIDADE, POR NOSSAS FAMÍLIAS, PELO NOSSO PAÍS.

NOSSOS IRMÃOS E IRMÃS ENSINA-NOS A BEM VIVER ESSE TEMPO FAVORÁVEL DA GRAÇA DE DEUS, INSTRUÍ-NOS NOS CAMNINHOS DA FÉ, DA ESPERANÇA E DA CARIDADE; MERGULHADOS NA MISERICÓRDIA DE NOSSO DEUS E PAI. AMÉM

 

Estimado irmão e irmã, estaremos publicando os ensinamentos dos Santos, Beatos e Veneráveis da Ordem do Carmelo. Suas palavras são alento e força na nossa caminhada de comunhão e confiança na Providência de Deus que está dirigindo nossa história. São como luzeiros a nos lembrar em Quem depositamos nossa confiança.

 

São João da Cruz


Embora os santos doutores tenham explicado muitos mistérios e maravilhas, e pessoas  devotadas a esse estado de vida os conheçam, contudo, a maior parte desses mistérios  está por ser enunciada, ou melhor, resta para ser entendida.

Por isso é preciso cavar fundo em Cristo, que se assemelha a uma mina riquíssima, contendo em si os maiores tesouros; nela por mais que alguém cave em profundidade, nunca encontra fim ou termo. Ao contrário, em toda cavidade aqui e ali novos veios de novas riquezas.

Por este motivo o apóstolo Paulo falou acerca de Cristo: Nele estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência de Deus (Cl 2, 3). A alma não pode ter acesso a estes tesouros, nem consegue alcançá-los se não houver antes atravessado e entrado na espessura dos trabalhos, sofrendo interna e externamente e sem ter primeiro recebido de Deus muitos benefícios intelectuais e sensíveis e sem prévio e contínuo exercício espiritual.

Tudo isto é, sem dúvida, insignificante; são meras disposições para as sublimes profundidades do conhecimento dos mistérios de Cristo, a mais alta sabedoria a que se pode chegar nesta vida.

Quem dera reconhecessem os homens ser totalmente impossível chegar à espessura das riquezas e da sabedoria de Deus! Importa antes entrar na espessura das labutas, suportar muitos sofrimentos, a ponto de renunciar à consolação e ao desejo dela. Com quanta razão a alma, sedenta da divina sabedoria, escolhe antes em verdade entrar na espessura da cruz.

Por isso, São Paulo exortava os efésios a não desanimarem nas tribulações, a serem fortíssimos, enraizados e fundados na caridade, para que pudessem compreender, com todos os santos, qual a largura, o comprimento, a altura, a profundidade, e conhecer o amor de Cristo, que ultrapassa todo conhecimento, a fim de serem cumulados até receber toda a plenitude de Deus (Ef 3, 17-19).

Já que a porta por onde se pode entrar até esta preciosa sabedoria é a cruz, e é porta estreita, muitos são os que cobiçam as delícias que por ela se alcançam; pouquíssimos os que desejam por ela entrar.

 

Santa Teresa Benedita da Cruz

«Ser totalmente de Deus, entregar-se a Ele e ao seu serviço por amor, é a vocação, não só de alguns eleitos, mas de todo o cristão: consagrado ou não, homem ou mulher...
Todos são chamados a seguir a Cristo. E quanto mais se avança por este caminho, tanto mais se torna semelhante a Cristo, e visto que Cristo personifica o ideal da perfeição humana - livre de toda a mancha, rica de caracteres masculinos e femininos, livre de toda a limitação terrena -, os seus fiéis seguidores são elevados acima dos limites naturais.
Por isso, encontramos em homens santos uma bondade e uma ternura feminina, uma solicitude verdadeiramente maternal pelas almas a eles confiadas; e nas mulheres santas uma audácia e uma disponibilidade e decisão autenticamente masculinas.
Deste modo, o seguimento de Cristo implica o desenvolvimento em plenitude da vocação original do homem: ser autêntica imagem de Deus; imagem do Senhor da criação, conservando, protegendo e fazendo crescer toda a criatura que se encontra no seu ambiente; imagem do Pai, gerando e educando - por pa¬ternidade e maternidade espiritual - filhos para o reino de Deus.
A elevação acima dos limites da natureza, a obra mais ex¬celsa da graça, não se alcança somente com uma luta individual contra a natureza ou com a negação dos seus limites. Alcança-se somente por meio da humilde obediência à nova ordem dada por Deus».
("Ser finito e ser eterno")

 

Santa Madre Teresa de Jesus
- Fundadora do Carmelo Teresiano

"Ó Senhor e Bem meu! Não posso falar isso sem lágrimas e com grande júbilo na alma! E quereis, Senhor, estar assim conosco, e estais no sacramento, onde com certeza permaneceis, pois assim é - e com acerto podemos fazer essa comparação; e, se não perdermos a Vossa companhia por culpa nossa, poderemos deliciar-nos Convosco e tereis prazer conosco, pois dizeis ser Vossas delícias estardes com os filhos dos homens. Ó Senhor meu! Que é isso? Sempre que ouço isso, tenho grande consolo, até quando eu estava muito perdida. Será possível, Senhor, que haja uma alma que, tendo chegado a esse ponto e recebido de Vós tamanhas graças e alegrias, tendo compreendido que Vos deliciais com ela, volte a Vos ofender - esquecendo tantos favores e mostras tão grandes do Vosso amor, de que não se pode duvidar, pois são vistas claramente na obra que fazeis? Sim, por certo há, e que não Vos ofendeu uma, mas muitas vezes: essa sou eu. E queira a Vossa bondade, Senhor, que seja só eu a ingrata, a que fez tantas maldades e teve uma ingratidão tão excessiva. Porque de mim algum bem Vossa infinita bondade já tirou e, apesar de o mal ser maior, mais resplandece o grande bem de Vossas misericórdias. E com quanta razão eu as posso cantar para sempre"! Livro da Vida 14,10