Nossa Senhora da Assunção e São José


Beatos João Batista Duverneuil, Miguel Luís Brulard e Tiago Gagnot

Presbíteros e Mártires de nossa Ordem

Na enseada de Rochefort, diocese de La Rochelle (França), morreram amontoados em dois navios 547 sacerdotes e religiosos durante a Revolução Francesa. Entre eles estavam pelo menos três Carmelitas Descalços: Frei João Batista Duverneuil, nascido em Limoges em 1759 e que morreu, por padecimentos e doenças, no dia 1° de julho de 1794; Frei Miguel Luis Brulard, nascido em Chartres no dia 25 de julho de 1758 que sucumbiu no dia 25 de julho daquele mesmo ano; e Frei Tiago Gagnot, nascido em Frolois em 1753 e que morreu no dia 10 de setembro também em 1794. O amor incondicional a Cristo, a compaixão para com todos, o perdão aos próprios perseguidores foram os traços comuns destes filhos de Santa Teresa, beatificados no dia 1° de outubro de 1995, juntamente com outros 61 mártires mortos na mesma circunstância.